Os Dias com Ele (2012) – Maria Clara Escobar

Os Dias com Ele não traz uma premissa incomum no documentário, pelo contrário: o filme foca na relação entre a diretora Maria Clara Escobar e seu pai, o filósofo Carlos Henrique Escobar. Através dos traumas pessoais, a narrativa pretende espelhar os traumas da nação, principalmente relacionados ao sombrio período da ditadura militar. As relações família-pátria e público-privado têm constituído o eixo de dezenas de documentários nacionais, e este é mais um exemplar da boa qualidade deste grupo de obras.

O perfeito cozinheiro das almas deste mundo (2011) – Matias Mariani

O videodocumentário abaixo trata da edição do livro O perfeito cozinheiro das almas deste mundo, de Oswald de Andrade (o grande homenageado da Flip 2011). Conta com depoimentos de Marília de Andrade, filha de Oswald, Marisa Moreira Salles e Jorge Schwartz, que participaram do projeto editorial de 1987. Leia mais: http://www.blogdoims.com.br/ims/o-per…

A elaboração coletiva, em forma de diário, é resultado de encontros em uma garçonnière mantida pelo escritor e amigos em 1918, no centro de São Paulo. Os frequentadores, entre eles Guilherme de Almeida, Vicente Rao, Leo Vaz, Monteiro Lobato e Daisy – única mulher e uma das grandes paixões de Oswald -, registravam suas observações com bilhetes, receitas, poemas e desenhos.
O livro, esgotado, foi publicado em 1987 em tiragem limitada pela editora Ex-Libris, e apoio do IMS, com um projeto gráfico cuidadoso, preservando detalhes como colagens e dobras.

DO OUTRO LADO DO RIO (2004) – Lucas Bambozzi

DO OUTRO LADO DO RIO from lucas bambozzi on Vimeo.

(Brasil, 2004, 89 min)

O filme é uma viagem aos limites do Brasil, uma investigação sobre a zonas indefinidas que separam a Guiana Francesa e o Brasil, ao longo do Rio Oiapoque. Ao longo do Rio Oiapoque no extremo norte do Brasil o documentário testemunha um mundo em transito, fenômeno que constitui o maior fluxo migratório existente ao longo das fronteiras brasileiras. Para muitos essas são as portas para uma nova vida em território francês, com salários pagos em Euros ou mesmo em ouro. O foco do documentário são as pessoas e suas histórias. Desesperançados e insatisfeitos com as condições que a Amazônia lhes proporciona, os personagens são obstinados, legítimos representantes de um tipo de Ulisses contemporâneo, sempre planejando sua Odisséia para além das fronteiras, onde as identidades se confundem e o homem procura seus sonhos.

Exercicios do Olhar – para falar de Gilda de Mello e Souza (2014) – Angélica Del Nery

Este é um filme bricolage, realizado a partir das falas de Gilda de Mello e Souza, extraídas de textos publicados e entrevistas. Intelectual que se dedicou ao estudo das artes, gilda nos ensina a olhar. Professora de Estética (FFLCH-USP), publicou livros e ensaios sobre moda, literatura, pintura, cinema, teatro, música.
Este filme integrou o evento GILDA, A PAIXÃO PELA FORMA, realizado pelo SESC Araraquara entre 13/08 a 30/09/2007.
Duração: 17 minutos