Bem-Vindo a São Paulo – Visões da Metrópole em 18 Direções

Anúncios

São Paulo: sinfonia da metrópole (1929) – Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeny

São Paulo: sinfonia da metrópole é um documentário que retrata a cidade de São Paulo no final da década de vinte. Para a realização do filme os diretores Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeny inspiraram-se na idéia de “Berlim: sinfonia da metrópole” (1927) (Berlin: Die Sinfonie der Großstadt – 1927), documentário dirigido pelo alemão Walter Ruttmann.

O filme é mudo, mas não por isso deixa de transmitir sua mensagem. A sequência de imagens vai tecendo uma narrativa de culto à modernidade que acaba de chegar, ou que se quer ver presente. São Paulo é exposta como sendo uma cidade moderna, comparada a muitas outras metrópoles norte-americanas ou européias, muito embora as imagens mostrem somente aquilo que interessa à construção da idéia de que a cidade já faz parte do “progresso”.

Os produtores manejam as imagens de modo que a sucessão delas transmita uma idéia de ordem social: as crianças nas escolas, os operários nas fábricas e os demais trabalhadores nas ruas.

Tudo isso inserido no contexto da correria do dia-a-dia, o que permite ao espectador apreciar e analisar comportamentos da época, seja no trabalho, nas escolas, no trânsito, etc. Veja também a relação que este filme mantém com os curtas São Paulo (Um minutinho por favor), postado no site youtube em 08.07.2007 e São Paulo 1943, constante do mesmo site, postado em 28.05.2008, disponibilizados abaixo.