O perfeito cozinheiro das almas deste mundo (2011) – Matias Mariani

O videodocumentário abaixo trata da edição do livro O perfeito cozinheiro das almas deste mundo, de Oswald de Andrade (o grande homenageado da Flip 2011). Conta com depoimentos de Marília de Andrade, filha de Oswald, Marisa Moreira Salles e Jorge Schwartz, que participaram do projeto editorial de 1987. Leia mais: http://www.blogdoims.com.br/ims/o-per…

A elaboração coletiva, em forma de diário, é resultado de encontros em uma garçonnière mantida pelo escritor e amigos em 1918, no centro de São Paulo. Os frequentadores, entre eles Guilherme de Almeida, Vicente Rao, Leo Vaz, Monteiro Lobato e Daisy – única mulher e uma das grandes paixões de Oswald -, registravam suas observações com bilhetes, receitas, poemas e desenhos.
O livro, esgotado, foi publicado em 1987 em tiragem limitada pela editora Ex-Libris, e apoio do IMS, com um projeto gráfico cuidadoso, preservando detalhes como colagens e dobras.

Exercicios do Olhar – para falar de Gilda de Mello e Souza (2014) – Angélica Del Nery

Este é um filme bricolage, realizado a partir das falas de Gilda de Mello e Souza, extraídas de textos publicados e entrevistas. Intelectual que se dedicou ao estudo das artes, gilda nos ensina a olhar. Professora de Estética (FFLCH-USP), publicou livros e ensaios sobre moda, literatura, pintura, cinema, teatro, música.
Este filme integrou o evento GILDA, A PAIXÃO PELA FORMA, realizado pelo SESC Araraquara entre 13/08 a 30/09/2007.
Duração: 17 minutos

 

Perfoda-se (2012) – Williane Gomes e Vanessa Paula Trigueiro

Documentário apresentado como resultado prático do trabalho de conclusão de curso no Departamento de Comunicação (UFRN), dirigido por Williane Gomes e Vanessa Paula Trigueiro a partir do encontro promovido pelo II Circuito Regional de Performance BodeArte em Natal – RN, no mês de maio de 2012.
Este filme é também resultado de uma parceria com o Coletivo ES3, produção BodeArte, e com todos os parceiros que carinhosamente colaboram presencialmente e à distância com o Circuito BodeArte, resistindo, re-insistindo e re-existindo na possibilidade da performance no Brasil.

A Dama do Peixoto (2011) – Douglas Soares e Allan Ribeiro

 

Sinopse:
“Ela está aqui, ela está ali, e os invisíveis são os outros”

Ficha Técnica:
Direção: Douglas Soares e Allan Ribeiro
Assistente de Direção: Mário Leopoldo
Roteiro: Douglas Soares e Allan Ribeiro
Fotografia: Bia Marques
Assistente de Câmera e Still: Luana Muller
Montagem: Allan Ribeiro e Douglas Soares
Som: Allan Ribeiro
Produção: Carlos Gomes
Pesquisa e Argumento: Simone Evan e Douglas Soares
Produtora: 3 Moinhos Produções

***
Ano de produção: 2011
HD/35mm; Documentário
Colorido
Duração: 11’
Janela: 16:9
Som: Stereo
País de origem: Brasil
***

Participações em Festivais e Mostras:
14ª Mostra de Cinema de Tiradentes; 3º Festival do Júri Popular; 10ª Mostra do Filme Livre; CineSul 2011; 6º Cine Ouro Preto; Curta-SE 11; 16º FBCU; V Panorama Coisa de Cinema; 5º Cinemúsica; Curta Taquary, Festival de Triunfo; Comunicurtas; 4º ENTRETODOS; Festival Internacional de Curtas de São Paulo – Kinoforum; 9º Curta Santos; Festival de Direitos Humanos; Curta Canoa 11; Semana Paulistana de Curta-Metragem; Mostra Curta no Almoço; Festival Noia; Curta Cinema; Goiânia Mostra Curtas; Cineport 2012; Festival Lume; Cachaça Cinema Clube; Visões Periféricas; 13° Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte; Curta Cabo Frio; Curta Ourinhos;

Premiações:
Troféu Filme Livre – 10ª Mostra do Filme Livre; Filme Mais Votado em Paraty – 3º Fest. do Júri Popular; Melhor Som – 5º CineMúsica; Prêmio Especial do Júri – Triunfo 2011; Melhor Filme – Comunicurtas 2011; Melhor Documentário – Comunicurtas 2011; Melhor Montagem – Comunicurtas 2011; Melhor Personagem – Comunicurtas 2011; Menção Honrosa – Semana Paulistana; Melhor documentário – Curta-SE 11; Melhor Documentário – 9º Curta Santos; Melhor Montagem – 9º Curta Santos; Melhor Curta – 4º ENTRETODOS

 

 

Olhos Negros: compartilhando imagens (2003) – Alik Wunder, Allan Monteiro, Pedro Silveira, Coraci Ruiz e Julio Matos.

Curta-metragem dirigido por: Alik Wunder, Allan Monteiro, Pedro Silveira, Coraci Ruiz e Julio Matos.
Sinopse: Durante o ano 2000, uma equipe multidisciplinar de alunos da Unicamp realizou o projeto “Olhos Negros: compartilhando imagens”, uma troca de imagens e representações entre os estados de São Paulo e do Amazonas. Por meio de oficinas em escolas e projetos sociais, a equipe realizou um vídeo sobre as opiniões e imaginários de crianças e adolescentes de São Paulo sobre o Amazonas e sobre si próprios. Com este vídeo, desceu o rio Negro (AM), fazendo exibições em algumas comunidades e realizando entrevistas para obter respostas aos paulistas. O documentário é um olhar sobre o material gerado durante este processo.

Outra Cidade (2009) – Coraci Ruiz

Sinopse: A minha cidade é muito grande, quase não tem fim. Em cada pessoa mora uma cidade, a cidade mora em mim. Meu nome é Coraci. Eu moro em Campinas, estado de São Paulo. Um dia, vi um vídeo chamado “Das crianças Ikpeng para o mundo”. Nele, encontrei um desafio: as crianças nos mostram sua aldeia e convocam uma resposta. Outra Cidade é onde me arrisco. Adentro na cidade quase sem fim. Me pergunto: quantas cidades moram em mim?

Parte da dissertação de mestrado: DOCUMENTÁRIO-DISPOSITIVO E VÍDEO-CARTAS: APROXIMAÇÕES