O Poeta Do Castelo (1959) – Joaquim Pedro de Andrade

 

 

Versos de Manuel Bandeira, lidos pelo poeta, acompanham e transfiguram os gestos banais de sua rotina em seu pequeno apartamento no centro do Rio; a modéstia do seu lar, a solidão, o encontro provocado por um telefonema, o passeio matinal pelas ruas de seu bairro.

“O Poeta do Castelo” é um curta-metragem de Joaquim Pedro de Andrade, um dos principais cineastas do cinema brasileiro, que nesse filme acompanha um dia de Manuel Bandeira. Originalmente montado junto com “O Mestre de Apipucos”, foi exibido na 6a Bienal de São Paulo numa sessão de curtas que também contou com “Aruanda” e “Arraial do Cabo”, entre outros. Essa mostra na Cinemateca Brasileira foi considerada o ano zero do Cinema Novo. Esses filmes rompem com o formato tradicional representado pela falida Vera Cruz, buscando um cinema nacional, mais direto e de baixo custo.

 

Anúncios

Os negativos (2007) – Ángel Díez

 

Ano: 2007. Gênero: documentário. Direção: Ángel Díez Arlete Soares, fotógrafa e editora da obra de Pierre Verger no Brasil, guarda as lembranças de sua vivência com o conhecido antropólogo em um quarto escuro, aguardando um momento de luz para desvelá-las. Sua relação com Verger foi intensa: a fotografia como arte e como transmissão. A arte como impostura, o reconhecimento público e finalmente a loucura. Arlete e Verger avançaram juntos, projetando os mesmos desejos, dilatando perigosamente a elasticidade e os limites das relações entre homem e mulher; se amando e se traindo sem passar pelo amor, ao menos da forma como normalmente o concebemos. Este filme revela, em três atos e em uma estrutura dramática que respeita a ordem cronológica dos acontecimentos, as diferentes fases do relacionamento de Arlete Soares e Pierre Verger. O documentário enfatiza desde o encontro dos dois, na década de 1970, passando pela fundação da Editora Corrupio, a viagem a Paris, até o achado dos mais de 60 mil negativos que Verger julgava perdidos. Reprise. 55 min. Ano: 2007. Gênero: documentário. Direção: Ángel Díez. Coprodução: Ángel Díez, Sofilmes, TVE Bahia, Fundação Padre Anchieta (TV Cultura), Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais (Abepec) Classificação indicativa: Livre http://tvbrasil.ebc.com.br/doctv/epis…

 

 

 

Iluminados (2007) Cristina Leal

Documentário brasileiro de 2007. Iluminados é um documentário de longa metragem que revela o olhar sobre a fotografia de cinema pelas lentes de alguns dos maiores profissionais da recente cinematografia brasileira. Dib Lutfi, Edgar Moura, Fernando Duarte, Mario Carneiro, Pedro Farkas e Walter Carvalho imprimem um pouco de sua história como fotógrafos e refletem sobre seus trabalhos, dos diretores, do seu cinema em particular e do que a sétima arte representa para o mundo. Iluminados é um desafio? que todos filmem a mesma cena e a partir da escolha pessoal, de um movimento de câmera preferido, e a iluminação particular e equipamento usado revelam seu estilo surpreendente e fotografias pessoais. Título no Brasil Iluminados Título Original Iluminados Ano de Lançamento 2007 Gênero Documentário País de Origem Brasil Duração 100 minutos Direção Cristina Leal Estreia no Brasil 12/09/2008 Estúdio/Distrib. Downtown Filmes Idade Indicativa 12 anos

Jorge Mautner O Filho do Holocausto (2012) – Heitor D’Alincourt, Pedro Bial

O documentário narra a trajetória de Jorge Mautner após seus pais —uma austríaca católica de origem iugoslava e um judeu austríaco— fugirem do nazismo, na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial e chegarem ao Rio de Janeiro, no Brasil, no início da década de 1940. Seu nascimento na cidade, seu contato com a cultura brasileira por meio de um jovem negra que trabalhava como babá de sua família e cantava para ele sambas e cânticos de candomblé, sua ida para São Paulo, sua estada em Nova Iorque na década de 1960, suas parcerias com Gilberto Gil, Caetano Veloso e Nelson Jacobina, bem como seu auge no mundo musical são contados pelo filme.

Gênero: Documentário
Direção: Heitor D’Alincourt, Pedro Bial
Roteiro: Heitor D’Alincourt, Pedro Bial
Produção: Canal Brasil
Fotografia: Gustavo Habda
Trilha Sonora: Jorge Mautner
Duração: 93 min.
Ano: 2012

Rio de Lama (2016) – Tadeu Jungle (Realidade Virtual)

O filme em Realidade Virtual de Tadeu Jungle retrata os sobreviventes da maior tragédia ambiental do Brasil com delicadeza e melancolia.

SINOPSE
Documentário de curta-metragem realizado em Realidade Virtual sobre o rompimento da barragem da Samarco em Mariana, MG. O filme mostra o que restou da vila de Bento Rodrigues e contrapõe a paisagem arrasada com as alegres memórias de seus moradores.

DURAÇÃO: 9’34” Cor, estéreo, Filmado em Realidade Virtual

SE QUISER ASSISITIR EM RESOLUÇÃO 4K CLIQUE NESTE LINK https://www.youtube.com/watch?v=49YyD…

DIRETOR
TADEU JUNGLE

PRODUTORES
MARCOS NISTI
RAWLINSON PETER TERRABUIO
TADEU JUNGLE

REALIZAÇÃO
ACADEMIA DE FILMES
BEENOCULUS
MARIA FARINHA FILMES